Caixa mão na massa: ferramentas digitais

Algumas plataformas digitais permitem a criação de projetos utilizando múltiplas linguagens além de ajudar a promover a interação e o compartilhamento das criações.

Aqui trazemos alguns exemplos que podem ser explorados:

Mapas mentais e fluxogramas

Murais virtuais para interação e compartilhamento

  • Padlet: ferramenta que permite a postagem de conteúdos em diversos formatos (textos, imagens, vídeos) e interação com as postagens (likes, comentários)

  • Wakelet: ferramenta que permite a postagem de conteúdos em diversos formatos, mas não a interação com cada postagem.

  • Flipgrid: ferramenta que permite criação e troca de material audiovisual entre professores e estudantes, estimulando discussões sobre temas propostos dentro e fora da sala de aula.

  • Sutori: ferramenta de aprendizagem digital parcialmente gratuita para a sala de aula. Permite que professores e alunos criem histórias interativas através de uma interface simples e intuitiva. Esta ferramenta de narração e apresentação pode ser usada em todas as áreas de conteúdo e para cada nível de escolaridade.

  • Jamboard: ferramenta que funciona como um quadro branco digital,no qual os estudantes e professores podem compartilhar ideias, esboços, imagens e desenhos de forma colaborativa.

Plataformas virtuais para livre criação

  • Scratch:  projeto do grupo Lifelong Kindergarten no Media Lab do MIT que permite aos usuários programarem seus próprios jogos, animações e histórias interativas — e compartilharem suas criações com outras pessoas na comunidade on-line.

  • Minecraft: jogo aberto no qual os jogadores podem entrar em um mundo em que é possível fazer construções e viver no seu próprio ambiente, usando vários tipos de blocos. 

  • Tinkercad: programa on-line gratuito de modelagem em 3D e prototipação eletrônica virtual. 

  • Desenhos do Google: ferramenta que permite a criação de desenhos e colagens digitais.

  • Giphy: plataforma que permite a criação de GIFs.

  • Canva: plataforma de design gráfico que permite aos usuários criar gráficos de mídia social, apresentações, infográficos, pôsteres e outros conteúdos visuais.

  • Gimp: programa de código aberto voltado principalmente para criação e edição de imagens.  

  • Chrome Musica Lab: é um site aberto, para exploração musical, permite criar e compor suas próprias músicas de forma interativa, podendo inclusive realizar composições coletivas de 10 pessoas simultaneamente usando a funcionalidade.

  • Shared Piano: pode ser acessado em diferentes dispositivos apenas abrindo o site em um navegador da web com o Chrome.

  • AutoDraw: é um novo tipo de ferramenta de desenho que combina a magia do aprendizado de máquina com desenhos de artistas talentosos para ajudar todos a criar qualquer coisa visual e rápida.

Plataformas virtuais para explorações temáticas, visitas virtuais e experimentações

  • Google Arts & Culture: é um site mantido pelo google em colaboração com museus espalhados pelo mundo, permitindo diferentes possibilidades desde jogos interativos  a passeios virtuais.

  • PhET: plataforma de simulações com diversas atividades e possibilidades interativas nas áreas de Ciências da Natureza e Matemática.

  • Google Earth: aplicativo de mapas em três dimensões que permite levar o mundo para dentro da sala de aula, compartilhar histórias e mergulhar em diferentes aventuras.

  • Stellarium: planetário de código aberto para o seu computador. Ele mostra um céu realista em três dimensões igual ao que se vê a olho nu, com binóculos ou telescópio.

  • Solar System Scope:  aplicativo interativo na web que mostra as posições celestes dos planetas e das constelações que se movem sobre o céu noturno em tempo real.

Plataformas para uma videoconferência diferente:

  • Snap Camera: aplicativo gratuito para desktop que convida todo mundo a experimentar a diversão utilizando diferentes filtros (efeitos em realidade aumentada) em videoconferências.

  • Unhangout: uma plataforma de código aberto para a execução de eventos online de grande escala voltados para os participantes. Permite criação de salas de discussão, chat compartilhado e compartilhamento simultâneo de telas.

  • Whereby: plataforma não requer o download de programas e permite fazer videoconferências direto no navegador. O plano gratuito permite fazer videoconferências com até quatro participantes, o que a torna ótima para atendimento especial para pequenos grupos de estudantes. 

  • Spatial Chat: plataforma que cria salas de reunião em Realidade Virtual. Permite a criação de salas personalizadas, atividades em grupos menores, rotação de estações, e tantas outras dinâmicas, como se a reunião estivesse mesmo acontecendo em uma sala física.

  • Spatial: plataforma que cria salas de reunião em Realidade Virtual, permite que o usuário veja seus colegas (em formato de avatar) em salas personalizadas com objetivos, como computador, mesa, quadros, entre outros. Também é viável compartilhar projetos de modelos 3D, vídeos, imagens e PDFs em 2D.

Explore mais inspirações e ferramentas e deixe a sua dica!

Vamos juntos criar o nosso acervo coletivo!
 

Criado com o Padlet