Itens de papelaria: folhas de papel (de vários tipos, cores e tamanhos), lápis, borracha, canetas de diversas cores, tinta guache, tesoura, barbante e cola.
Objetos e materiais inusitados: embalagens de diversos tamanhos e formatos, tecidos, caixas de papelão, palitos de madeira... e o que mais os estudantes acharem curioso e interessante!
[Opcional] Componentes eletrônicos: LED Difuso 5mm (cores variadas), bateria 3V, mini motor 3-6V, pilhas AA e porta pilhas, entre outros.
[Opcional] Celular
Dicas de preparação

Sobre os materiais...

A essa lista podem ser agregados diversos outros materiais, como tecidos, pedaços de madeira, caixas grandes de papelão, bexigas e outros que ajudem na criação de grandes estruturas, projetos vestíveis ou invenções com algum tipo de movimento.

Podemos pensar nos materiais a partir de categorias de projetos que os estudantes podem criar. Aqui pensamos inicialmente nas seguintes possibilidades: projetos vestíveis, acessórios, equipamentos, abrigo e meios de transporte. Podemos deixar livre para que os alunos escolham o caminho que querem explorar ou focar em uma dessas categorias. Isso ajudará a determinar os tipos de materiais necessários para a aula. Por exemplo, caso o foco da atividade seja explorar a criação de diferentes formas de abrigo, precisaremos disponibilizar materiais estruturais, como embalagens com diferentes formatos, caixas de papelão, tecidos, palitos de madeira, papéis de diversos tipos, entre outros.

Prepare sua aula brincando!

Se puder, aproveite o momento de planejamento para explorar alguns desses materiais e criar suas invenções de explorador, desde as mais simples até algumas com um nível maior de complexidade.

Você pode pensar no lugar que gostaria de explorar e criar diversos projetos que te ajudem na sua expedição: o traje de exploração, acessórios que precisará e o meio de transporte que te levará até lá, por exemplo.

Se possível, experimente a criação de um projeto mais complexo, envolvendo a utilização de componentes eletrônicos, como motores.

Depois, leve todas elas para a aula, mesmo as incompletas ou que deram errado. Além de auxiliarem na preparação da aula e previsão do que é interessante abordar com os estudantes, essas explorações podem inspirar a turma e ajudá-los a saber por onde começar a materializar as suas ideias e a perceber que são muitos os caminhos que podem ser explorados (e que tudo bem se algumas ideias derem errado).

Dica - Caixa de inspiração

Se quiser explorar um pouco outras possibilidades de conexão com o tema ou com a Aprendizagem Criativa antes de mergulhar nesta atividade, você pode dar uma espiadinha nestes recursos que separamos:

Leve inspirações que ajudam os estudantes a se conectarem com o tema

Muitos são os caminhos quando falamos de invenções que nos ajudam a desbravar o mundo (ou o espaço). Encontrar meios de mostrar essa diversidade de caminhos para os estudantes é importante para que escolham algo que se conecte melhor com o que eles gostam. Por exemplo, podemos:

  • Levar imagens e vídeos de diferentes explorações (desde as grandes navegações até ficção científica sobre expedições a mundos distantes) e convidar os estudantes a repararem nas invenções que possibilitam às pessoas realizar aquela atividade (o que estão vestindo, que equipamentos estão usando, o que estão comendo, qual é o transporte que as está levando);
  • Explorar o que existe na literatura de viagens, explorações e aventuras, como, por exemplo, A viagem ao centro da Terra e Vinte Mil Léguas Submarinas, de Júlio Verne, o Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams, entre outros;
  • Explorar a história de grandes exploradores (afinal, quem foram Alexandre von Humboltd,  Ida Laura Pfeiffer e Charles Darwin?);
  • Pedir antecipadamente para que os estudantes levem seus próprios exemplos de invenções que os ajudam a interagir com e explorar o meio, seja por meio de desenhos, dobraduras, fotografias ou brinquedos que já têm em suas casas (o guarda-chuva e a capa de chuva, por exemplo, são objetos que nos ajudam a explorar o meio em dias chuvosos, o capacete é um acessório importantíssimo quando exploramos o mundo de bicicleta);
  • Organizar uma saída pelo entorno da escola para observar as diferentes invenções que as pessoas usam para se proteger e deslocar durante a exploração do ambiente urbano;
  • Levar algumas invenções que possam ser manipuladas e observadas em detalhes pelos estudantes. Por exemplo: binóculos, bicicleta, guarda-chuva, mapas, mochilas, calçados diferentes, barraca, entre outros;
  • Levar imagens de lugares incríveis e diferentes dentro e fora do nosso planeta para inspirar os estudantes a escolherem o que gostariam de explorar;
  • Levar equipamentos eletrônicos que possam ser desmontados e ter suas partes incorporadas durante esta atividade.

Dica - Dicas e Truques

Na página Dicas e Truques existe um documento com muitas sugestões para a organização e o desenvolvimento de aulas apoiadas na aprendizagem criativa! Sugerimos dar uma espiada no que tem por lá, pois pode trazer muitas inspirações para esta atividade! :)