Itens de papelaria: folhas de papel (de vários tipos, cores e tamanhos), lápis, borracha, canetas de diversas cores, tinta guache, tesoura, barbante e cola.
Objetos e materiais inusitados: embalagens de diversos tamanhos e formatos, tecidos, caixas de papelão, palitos de madeira... e o que mais os estudantes acharem curioso e interessante!
[Opcional] Componentes eletrônicos: LED Difuso 5mm (cores variadas), bateria 3V, mini motor 3-6V, pilhas AA e porta pilhas, entre outros.
[Opcional] Celular e computador com conexão à internet
Dicas de preparação

Sobre os materiais...

Você pode adicionar outros materiais que ajudem os estudantes na criação de seus projetos, como papel bobina, fita adesiva dupla-face, tintas, tecnologias de fabricação digital, como impressora 3D, cortadora laser ou de vinil (caso os estudantes queiram criar jogos físicos ou gadgets, por exemplo). Caso a escola não possua os equipamentos que os estudantes necessitam, uma possibilidade é realizar uma visita a um laboratório de fabricação (fab lab) público.

Podemos optar por explorar inicialmente maneiras de criar projetos de forma simples, usando poucos materiais e depois ir acrescentando outros para criar projetos cada vez mais complexos. Por exemplo: se a intenção é criar um aplicativo, os estudantes podem iniciar criando as telas a partir de desenhos usando caneta e papel ou papelão; depois, partir para uma forma simples de tornar essas telas digitais, como usando apresentações em PowerPoint ou com o Google Apresentações; e, por último, partir para a programação usando o App Inventor, por exemplo.
 

Prepare sua aula brincando!

Se puder, aproveite o momento de planejamento para explorar alguns desses materiais e criar projetos seus abordando o tema escolhas e decisões, desde os mais simples até alguns com um nível maior de complexidade.

Considere os seus interesses e paixões na criação desses projetos e perceba a amplitude do tema e como isso pode se refletir em sala de aula: será necessário conhecer melhor algum recurso, como o App Inventor? Talvez convidar um profissional ou outro professor de uma área específica que possa conversar diretamente com os estudantes? Organizar uma saída de campo?

Que escolhas você gostaria de abordar?

Depois, leve todos seus projetos para a aula, mesmo os incompletos ou que deram errado. Além de auxiliarem na preparação da aula e previsão do que é interessante abordar com os estudantes, essas explorações podem inspirar a turma e ajudá-los a saber por onde começar a materializar as suas ideias e a perceber que são muitos os caminhos que podem ser explorados (e que tudo bem se algumas ideias derem errado).

Dica - Caixa de inspiração

Se quiser explorar um pouco outras possibilidades de conexão com o tema ou com a Aprendizagem Criativa antes de mergulhar nesta atividade, você pode dar uma espiadinha nestes recursos que separamos:

Leve inspirações que ajudam os estudantes a se conectarem com o tema

Muitos são os caminhos quando falamos de escolhas e decisões e podemos explorar essa diversidade mostrando essas possibilidades para os estudantes, para que possam escolher algo que se conecte melhor com seus interesses. Esses exemplos serão especialmente importantes na etapa de criação. Por exemplo, podemos:

  • Levar imagens, vídeos, músicas e poesias que ilustram diferentes situações em que as pessoas precisam fazer escolhas ou abordam o tema escolha;
  • Compartilhar exemplos de fluxogramas, jogos e outros projetos físicos que simulem escolhas e tomadas de decisão;
  • Organizar exemplos de projetos que têm a intenção de ajudar as pessoas a fazerem escolhas melhores;
  • Fazer uma sessão de RPG que envolva escolhas relacionadas a situações que você vem observando na turma;
  • Levar notícias que abordam decisões tomadas pelas pessoas e suas consequências;
  • Organizar murais em que os estudantes possam externalizar o que são escolhas difíceis (ou importantes) para eles;
  • Construir mapas mentais que abordam as palavras escolha e decisão;
  • Convidar os estudantes a escreverem relatos anônimos sobre escolhas importantes que possam ser trocados entre os pares;
  • Criar personas para que os estudantes pensem em como ajudá-las a fazerem suas escolhas.

Dica - Dicas e Truques

Na página Dicas e Truques existe um documento com muitas sugestões para a organização e o desenvolvimento de aulas apoiadas na aprendizagem criativa! Sugerimos dar uma espiada no que tem por lá, pois pode trazer muitas inspirações para esta atividade! :)