language

Vamos seguir refletindo sobre aprendizagens e possibilidades do Dia do Mão na Massa?

Olá pessoal! 

O Dia do Mão na Massa trouxe inúmeros aprendizados e foi uma importante oportunidade para cada rede e escola criar e compartilhar experiências de aprendizagem que valorizam o protagonismo dos estudantes.

Este é só o começo! Vamos seguir conversando sobre essa experiência?

🔵   Quais ações você, no seu papel dentro do programa Escolas Criativas, pode fazer para trazer o Imaginar, Criar, Brincar, Compartilhar e Refletir para dentro das práticas educativas que acontecem na sua rede de ensino (sejam as suas práticas ou as de outros professores)?

🔵   Que aprendizados você leva sobre o que é o mão na massa nas experiências de aprendizagem criativa? Como eles se conectam a sua visão, ao seu propósito dentro da educação?

Abraços,

Equipe RBAC 🤗

6 Comentários

.::Bom Dia::. Sendo formada em Educação Física creio que o conhecimento se forma a partir de pequenas ações, estimular e valorizar cada trabalho diferenciado é o ponto de partida para que possamos passar de uma escola tradicional para a criativa, a cada evento do calendário letivo procuro evidenciar trabalhos que foram realizados de forma criativa. Aqui em nossa escola procuramos sempre colocar o aluno como o protagonista de sua própria aprendizagem dando autonomia para criações com temas geradores, outrossim como contamos com uma bela estrutura informatização o uso do SCRATCH está sendo um sucesso pelos nossos alunos. Fazer parte da

.::Bom Dia::. Sendo formada em Educação Física creio que o conhecimento se forma a partir de pequenas ações, estimular e valorizar cada trabalho diferenciado é o ponto de partida para que possamos passar de uma escola tradicional para a criativa, a cada evento do calendário letivo procuro evidenciar trabalhos que foram realizados de forma criativa. Aqui em nossa escola procuramos sempre colocar o aluno como o protagonista de sua própria aprendizagem dando autonomia para criações com temas geradores, outrossim como contamos com uma bela estrutura informatização o uso do SCRATCH está sendo um sucesso pelos nossos alunos. Fazer parte da Rede Brasileira de Escolas Criativas e fomentar essa prática em minha escola me fez reinventar meu método de ensinar, proporcionando uma aproximação maior com meus alunos que hoje adoram estar presente em cada momento na nossa escola.

Como formadora mestre, acredito que a principal atribuição seria pesquisar diversas possibilidades e estratégias pedagógicas para compartilhar com o professor, para que o mesmo possa vivenciar, refletir e remixar com as suas práticas, de acordo com as suas necessidades.

Esse curso certamente ampliou muito as minhas percepções sobre o que o mão na massa, especialmente sobre a intencionalidade do fazer pedagógico.

🔵   Quais ações você, no seu papel dentro do programa Escolas Criativas, pode fazer para trazer o Imaginar, Criar, Brincar, Compartilhar e Refletir para dentro das práticas educativas que acontecem na sua rede de ensino (sejam as suas práticas ou as de outros professores)?

No papel de Formador-Mestre, podemos contribuir na elaboração de um plano formativo que vise uma  abordagem baseada na Espiral da Aprendizagem Criativa, valorizando o Imaginar, o Criar, o Brincar, o Compartilhar e o Refletir. Temos planejado desenvolver oficinas junto com os professores e seus alunos, explorando diferentes materiais que possam dá asas à imaginação e criação, além

🔵   Quais ações você, no seu papel dentro do programa Escolas Criativas, pode fazer para trazer o Imaginar, Criar, Brincar, Compartilhar e Refletir para dentro das práticas educativas que acontecem na sua rede de ensino (sejam as suas práticas ou as de outros professores)?

No papel de Formador-Mestre, podemos contribuir na elaboração de um plano formativo que vise uma  abordagem baseada na Espiral da Aprendizagem Criativa, valorizando o Imaginar, o Criar, o Brincar, o Compartilhar e o Refletir. Temos planejado desenvolver oficinas junto com os professores e seus alunos, explorando diferentes materiais que possam dá asas à imaginação e criação, além de proporcionar um momento prazeroso, em que é possível refletir e compartilhar suas aprendizagens.

🔵   Que aprendizados você leva sobre o que é o mão na massa nas experiências de aprendizagem criativa? Como eles se conectam a sua visão, ao seu propósito dentro da educação?

Atividades do tipo Mão na Massa são desafiadoras e estimulantes, pois exigem uma solução para resolver algum problema proposto pelo professor. E na minha visão, a criatividade vai por esse caminho, na busca de soluções de problemas. E um dos propósitos da Educação que eu procuro trazer para a sala de aula, é com o desenvolvimento de projetos que abordem problemas da vida real, problemas que fazem parte da comunidade escolar e seu entorno, para mobilizar e conscientizar nossos estudantes desde cedo sobre o nosso papel enquanto cidadãos responsáveis por cuidar do lugar onde vivemos (planeta) e das relações que estabelecemos uns com os outros, compartilhando nossas ideias para o bem de todos.    

Eu, enquanto professora, acredito muito na possibilidade da integração da Espiral da Aprendizagem e dos Ps no currículo escolar, por meio das práticas pedagógicas compartilhadas pelas escolas, é perceptivo a alegrias das crianças, o envolvimento dos professores, a vontade de mostrar o excelente trabalho realizado. É extremamente gratificante o retorno que temos recebido. Embora o dia do Mão na Massa ocorreu no início de setembro, ainda hoje estamos recebendo registros das escolas. Muito bacana, esse retorno.

Oieee!!! Acredito sempre que é possível linkar a Aprendizagem Criativo com o currículo. Acho que essa ponte é primordial para tornar a AC efetiva nas propostas pedagógicas. 

Enquanto formador-mestre acredito que para trazer o imaginar, criar, brincar, compartilhar e refletir para dentro das práticas educativas, é possível realizarmos ações formativas com a equipe de formadores da rede para que a prática da aprendizagem criativa seja ampliada para as demais escola, não ficando restrita às escolas participantes do programa durante este ciclo, buscando engajar cada vez mais atores da comunidade escolar. Então, atividades mão na massa, de criação, que contribuam para a autonomia e o protagonismo estudantil são bem vindas.

warning Reportar conteúdo